Praça João Fossalussa, 867 - Caixa postal 173
Fone: (17) 3279-3999 - Fax: (17) 3279-3999
03/04/2019

VEREADOR HÉLIO LISSE HOMENAGEIA MARATONISTA CAMPEÃO

O vereador Hélio Lisse Júnior apresentou na 71ª sessão ordinária, o requerimento de voto de aplauso a Adair Ribeiro de Oliveira, que exerce o cargo de Segurança Legislativo na Câmara Municipal da Estância Turística de Olímpia, pela mais recente conquista do atleta : o primeiro lugar na 2ª corrida Band Run, categoria acima de 65 anos, realizada no dia 24 de março , na cidade de São José do Rio Preto.

No auge dos seus 66 anos, Adair Ribeiro de Oliveira mostra-se como símbolo de resistência, superação, saúde e juventude. O garoto, de quase 7 décadas de vida, dedica amor ao esporte como forma de manter ainda hoje a vitalidade de outrora. Segurança legislativo da Câmara Municipal há 21 anos, Adair treina duro para se manter saudável e na ativa.

 Com um sorriso largo no rosto, mostra o último troféu conquistado na semana passada em São José do Rio Preto. Pai de um casal de filhos e casado há 42 anos, Adair explica que o amor pelo esporte atravessa décadas: “Desde criança eu pratico esportes, nunca parei. Comecei no futebol de campo, depois fui pro futebol de salão”. Cansado de tomar pontapés, Adair, ex lateral esquerdo, decidiu trocar a bola nos pés por outra modalidade. Tudo para não ficar parado. E, desde os 43 anos, nunca parou.

O começo no atletismo mostrou-se desafiador. Iniciou correndo uma distância de pouco mais de 1100 metros. No primeiro treino, o cansaço foi gigantesco. “Depois da primeira vez que treinei, ao chegar em casa doía até os cabelos da cabeça”, relata Adair com um largo sorriso no rosto. Ao passar dos dias, as dores forem diminuindo e o ímpeto em ser melhor aumentando. Dia a dia ele foi ganhando resistência e no dia 31 de dezembro de 1994 correu a sua primeira corrida, em Olímpia mesmo. Despreparado para o percurso composto de subidas e descidas, Adair não teve o desempenho esperado. Decidido a ser um competidor feroz e determinado, aperfeiçoou o preparo físico e mental.

Com o passar dos anos Adair foi ganhando experiência. Os resultados foram acontecendo e sua carreira decolando. As distâncias percorridas por ele foram ficando pequenas. Do início tímido em provas de 5 km, Adair evoluiu até chegar as maratonas de 42 km. Ou melhor dizendo, 42.195. Sobre o curioso número, Adair explica o motivo: “As maratonas, inicialmente, eram de 42 km. Entretanto, tempos atrás, durante uma maratona na Inglaterra, a rainha ordenou que a corrida tivesse fim abaixo da sacada de sua casa. Do término previsto, foram somados 195 metros devido a distância até o local exigido pela rainha. Daí em diante, padronizou-se como 42.195 km a distância da maratona.”

O currículo de Adair foi se construindo prova após prova. No total, ele já soma centenas de participações. Os troféus e medalhas conquistadas durante os mais de 22 anos de atletismo já ocupam um espaço considerável em sua casa. São 560 prêmios, divididos entre medalhas e troféus.  Os primeiros, lembra Adair, eram de latas, sem nenhum glamour. Hoje, diferentemente de décadas atrás, os troféus são personalizados, trabalhados, únicos. Porém, como pontua o atleta de 66 anos, o importante não é chegar na frente, mas celebrar a vida e reencontrar os amigos. “Não existe competição, somos uma família, todos querendo o bem de todos.

Para que a galeria de troféus esteja sempre aumentando, a rotina de treinos de Adair inclui cera de 5 treinos por semana, ficando apenas a sexta e o sábado sem treinar. O domingo é reservado para treinos de longa duração, em que são testados o ritmo, o tiro em curta distância e o preparo físico. São mais de 20 km por domingo para aprimorar a forma física e ver como está a situação de competição. Perguntado sobre a forma como ele se prepara, ele brinca: “não tenho técnico, a escola é a vida”. A experiência de mais de 20 anos no atletismo fez com que Adair se tornasse um grande conhecedor do esporte, não necessitando da ajuda de um professor para auxiliá-lo.

Nos últimos anos, Adair acredita que o esporte vem conquistando espaço entre as outras modalidades e que não existe apenas futebol. Símbolo do atletismo em Olímpia e região, Adair crê que o esporte também possui função social, fazendo com que os praticantes estejam distantes da violência e do uso de drogas. Ele acredita que o grande número de educadores físicos na cidade contribuirá para a difusão do esporte na sociedade.

Na vasta lista de provas disputadas, Adair se orgulha de já ter corrido 7 vezes a maratona de São Paulo, 3 vezes a maratona da São Silvestre, 5 vezes a maratona de Curitiba, 2 vezes a de Florianópolis e uma vez a maratona do Rio de Janeiro. Somente esse ano, Adair já disputou 3 provas, sendo campeão em todas elas. Com um sorriso largo, olhos brilhando ele diz a fórmula do sucesso: “alimentação regrada. Como de tudo, mas tudo em pouca quantidade. E sempre vou às panelas uma única vez”. A exceção, segundo ele, é a feijoada feita por sua esposa Vera Lúcia no mês de junho, na época do frio.

Para continuar com o desempenho de alto nível, Adair investe pesado no esporte: tênis apropriados para corridas de longas distâncias; relógios inteligentes, em que se mede a distância percorrida, a velocidade média e a quantidade de calorias gastas no percurso e a assinatura de revistas especializadas na modalidade esportiva, como a revista Contra- Relógio.